fbpx

Ansiolíticos, estimulantes, antidepressivos, estabilizantes do humor, antipsicóticos — o arsenal de medicamentos para o tratamento de transtornos mentais é grande, e seu uso traz uma série de implicações. Embora a prescrição desses remédios seja necessária para algumas pessoas, frequentemente os pacientes manifestam interesse em realizar um tratamento natural para depressão.

Mas será que é realmente possível viver livre da depressão sem recorrer a medicamentos? Existem plantas, chás ou outras substâncias que, de forma natural, combatem os sintomas dessa doença? Se você também tem o desejo de procurar um tratamento não medicamentoso, leia este artigo com bastante atenção.

Existe tratamento natural para depressão?

Essa é uma pergunta que geralmente deixa os médicos preocupados. Afinal, a depressão é uma doença séria e a eficácia do tratamento depende da combinação de diversos recursos. Por mais que não exista um comprimido que solucione o problema sozinho, em alguns casos a medicação é indispensável, pelo menos por um período definido.

Portanto, é importante destacar que a busca por um tratamento natural para depressão deve ser feita com acompanhamento médico. Esse é o profissional capacitado a avaliar individualmente seu caso e determinar quais são os recursos indispensáveis para promover seu bem-estar, mas sem colocar sua saúde em risco.


Além disso, é preciso repensar o conceito de tratamento natural. Quando se usa essa expressão, muitas pessoas pensam na troca de medicamentos pelo uso de chás ou plantas que teriam efeitos semelhantes. No entanto, com o conhecimento que temos sobre saúde atualmente, essa é uma visão equivocada.

O verdadeiro tratamento natural é aquele que muda nosso estilo de vida, adequando nossos hábitos às leis naturais que regem o funcionamento do organismo. Envolve desde as ações simples — como o consumo de água e a exposição ao sol — até mudanças mais profundas, como os alimentos ingeridos e prática de exercícios físicos.

É por esse motivo que aqui, na Clínica & SPA Vida Natural, nós não falamos em tratamentos naturais. Atualmente, utilizamos o termo mais abrangente que tem se tornado uma forte tend
ência e conquistado espaço inclusive no meio científico — Medicina do Estilo de Vida.

Qual é a proposta da Medicina do Estilo de Vida?

Quando se fala em Medicina do Estilo de Vida, é necessário entender que a base do processo de cura está na mudança de hábitos. Pode parecer difícil entender a princípio, mas o fato é que as doenças que mais matam e incapacitam estão relacionadas aos nossos próprios comportamentos.

No passado, as doenças infecciosas ou contagiosas dizimavam a população. No ano de 1900, a expectativa de vida dos brasileiros era de apenas 33 anos. Um estudo fez um levantamento sobre as principais causas de morte no município de São Paulo, no ano de 1901. Veja o resultado:

 

Como você pode ver, há poucas doenças crônicas nesta lista. A maior parte das mortes era causada por fatores externos contra os quais não havia proteção naquela época.

Assim, doenças que hoje pouco nos afetam devido às vacinas, por exemplo, eram mais comuns. Também é preciso entender que as condições sanitárias da cidade favoreciam o surgimento de casos de diarreia e enterite, que estão no topo da lista.

Atualmente, a situação é completamente diferente. O mesmo estudo fez uma segunda tabela, mostrando as principais causas de óbitos em São Paulo, 100 anos depois da análise inicial. Veja os resultados:

 

Óbitos em São Paulo ano 2000

Desta vez, você pode perceber que as causas da mortalidade são completamente diferentes. As doenças causadas por vírus, bactérias e outros agentes externos tiveram uma grande redução.

Por outro lado, aumentaram as patologias crônicas e aquelas causadas pelo estilo de vida moderno: sedentarismo, redução do período de sono, alimentação industrializada, alto consumo de açúcar e gorduras, entre outros fatores que desencadeiam doenças.

Medicina do Estilo de Vida

Como a Medicina do Estilo de Vida se propõe a tratar a depressão?

Agora que você já entendeu a proposta da Medicina do Estilo de Vida, vamos falar especificamente sobre o tratamento da depressão. Mas primeiro, vamos analisar: por que as pessoas sofrem com essa doença? Como já explicamos em nosso e-book sobre o assunto, essa doença não tem uma causa única. Existe uma combinação entre predisposição genética e fatores ambientais, biológicos e psicológicos.

No entanto, é importante observar que o aumento dos casos da depressão é um fenômeno recente. A psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, em seu livro Mentes depressivas: as três dimensões da doença do século, afirma de forma clara que se trata de um mal da modernidade.

Não seria esse o momento de analisarmos a relação entre o aumento dos casos de depressão com o fato de que nunca na história da humanidade tivemos hábitos tão incompatíveis com as leis naturais? Somos uma sociedade sedentária, que se alimenta mal, dorme pouco, substitui a água por bebidas adoçadas ou estimulantes, respira ar poluído, vive sob constante estresse e está cada vez mais individualista e secularizada.

Por isso, a proposta da Medicina do Estilo de Vida não é buscar um tratamento natural para depressão. O foco é reeducar hábitos, para que eles se conformem com as leis naturais que regem o organismo. Quando realizamos esse processo, as chances de restabelecer a saúde física e mental se tornam muito maiores.

Mesmo que não tenhamos consciência, nosso corpo tem necessidades que não podemos ignorar. Quando as negligenciamos, o organismo cobra um preço alto, que chega na forma de doenças. Por isso, precisamos aprender a usar a alimentação, o repouso, o exercício, a água, o ar puro, o equilíbrio e a conexão espiritual como os verdadeiros remédios que a natureza oferece.

Para nós, o verdadeiro significado da expressão tratamento natural para depressão é mudança no estilo de vida. Esse é o método que usamos há quase 40 anos e que tem se mostrado eficaz na vida de milhares de hóspedes que já participaram dos nossos programas de tratamento.

Quer saber mais sobre nosso programa de tratamento para depressão? Clique no link abaixo e entenda como aplicamos os 8 remédios da natureza para restaurar plenamente a saúde física e mental de nossos hóspedes. Confira!